Festas, Sexualidade e Substâncias Psicoactivas


    permitido fumar

    avatar
    rita

    Número de Mensagens : 5
    Data de inscrição : 17/04/2007

    permitido fumar Empty permitido fumar

    Mensagem por rita em Ter Jan 22, 2008 3:17 pm

    Para fumadores ou não fumadores acompanhantes de fumadores... Ainda é possível!
    Aqui vai um link útil:

    www.locaispermitidofumar.blogspot.com/

    Já agora, uma estratégia de redução de riscos para os fumadores:
    há umas boquilhas fixes de plástico que se compram em qualquer quiosque. Filtram o alcatrão. E fumar é um prazer na mesma. Além disso... que grande estilo à Escohotado!
    afro
    avatar
    Marco

    Número de Mensagens : 6
    Data de inscrição : 16/08/2007

    permitido fumar Empty Re: permitido fumar

    Mensagem por Marco em Qui Jan 31, 2008 9:13 pm

    Pode-se fumar... ...tabaco! Sad Já para se fumar uma ervinha descansado é bem mais difícil. É engraçado ver agora os donos de estabelecimentos revoltados com a lei do tabaco, por terem que pagar multas por causa dos seus clientes quebrarem as regras e fumarem no estabelecimento. Porque raio não se revoltam eles contra uma lei da droga que os criminaliza por um acto de terceiros?

    Lei 15/93 escreveu:Artigo 30.º
    Tráfico e consumo em lugares públicos ou de reunião


    1 - Quem, sendo proprietário, gerente, director ou, por qualquer título, explorar hotel, restaurante, café, taberna, clube, casa ou recinto de reunião, de espectáculo ou de diversão, consentir que esse lugar seja utilizado para o tráfico ou uso ilícito de plantas, substâncias ou preparações incluídas nas tabelas I a IV é punido com pena de prisão de um a oito anos.
    2 - Quem, tendo ao seu dispor edifício, recinto vedado ou veículo, consentir que seja habitualmente utilizado para o tráfico ou uso ilícito de plantas, substâncias ou preparações incluídas nas tabelas I a IV é punido com pena de prisão de um a cinco anos.
    3 - Sem prejuízo do disposto nos números anteriores, aquele que, após a notificação a que se refere o número seguinte, não tomar as medidas adequadas para evitar que os lugares neles mencionados sejam utilizados para o tráfico ou o uso ilícito de plantas, substâncias ou preparações incluídas nas tabelas I a IV é punido com pena de prisão até cinco anos.
    4 - O disposto no número anterior só é aplicável após duas apreensões de plantas, substâncias ou preparações incluídas nas tabelas I a IV, realizadas por autoridade judiciária ou por órgão de polícia criminal, devidamente notificadas ao agente referido nos n.os 1 e 2, e não mediando entre elas período superior a um ano, ainda que sem identificação dos detentores.
    5 - Verificadas as condições referidas nos n.os 3 e 4, a autoridade competente para a investigação dá conhecimento dos factos ao governador civil do distrito da área respectiva ou à autoridade administrativa que concedeu a autorização de abertura do estabelecimento, que decidirão sobre o encerramento.

    Este é um dos artigos da lei da droga que para mim é mais dificil interpretar e compreender mas na minha interpretação o que diz é o seguinte (em relação ao consumo cannabis, vou deixar as outras drogas e o caso do tráfico de parte):

    1 - Se o dono ou gerente de um estabelecimento público consentir que cannabis seja consumida no seu interior é punido com pena de prisão de 1 a 8 anos.

    2 - Se o dono de um edificio ou recinto fechado consentir que cannabis seja consumida habitualmente no seu interior é punido com pena de prisão de 1 a 5 anos.

    3 - Se, num estabelecimento público houver apreensões de cannabis, mesmo sem que o dono ou gerente consinta o consumo no interior e mesmo que o consumidor/detentor não seja identificado, o dono ou gerente desse estabelecimento é notificado. Se receber 2 notificações no prazo de um ano e "não tomar as medidas adequadas para evitar que os lugares (...) sejam utilizados para (...) o uso ilícito de plantas" é punido com pena de prisão até 5 anos e o governo civil poderá decidir fechar definitivamente o estabelecimento.

    Esta lei obriga os donos e gerentes a serem polícias no seu espaço, coisa que já vieram a público manifestar que não querem fazer em relação ao tabaco. Como é que os comerciantes aceitam uma situação destas no caso da cannabis que, e isto já me foi confessado pessoalmente por vários donos de estabelecimentos, traz MUITO menos problemas (pelo contrário, até os evita) do que o álcool, nomeadamente a nivel de desacatos e violência? Porque não vêm os comerciantes manifestar-se neste caso? Sad

    Como devem imaginar, quando um dono de um estabelecimento encontra alguém a fumar cannabis no seu interior as reacções são normalmente extremamente violentas. Eu compreendo em parte pois eles estão sujeitos a serem acusados de um crime pelo facto de alguém estar a fumar ali um charrinho mas porque não direccionar essa raiva para quem pode mudar esta lei injusta?

    Parece-me que os nicotinómanos continuam (e bem) a ter o direito de ser tratados como cidadãos normais enquanto que aqueles que consomem outras substâncias são cidadãos de segunda e não têm os mesmos direitos. Sad E isto não é só na lei, é na cultura do cidadão comum também, e isso também tem que mudar, não é só a lei.


    Já agora, falando de redução de riscos, eu uso um Spliff Stick que é basicamente uma boquilha de metal com um sistema de filtragem e arrefecimento do fumo. Muito útil para quando se está numa grande roda, muitas vezes com desconhecidos, em que rodam charros por todos. Usando a boquilha evito o contacto directo com o charro e a transmissão de doenças como o herpes. Wink

    permitido fumar Products_deluxe_pipes_splif_stik
    permitido fumar Products_deluxe_pipes_splif_stik_open
    hUgo
    hUgo

    Número de Mensagens : 84
    Idade : 41
    Data de inscrição : 16/04/2007

    permitido fumar Empty Re: permitido fumar

    Mensagem por hUgo em Ter Fev 12, 2008 11:02 pm

    Que de facto os donos dos estabelecimentos na sua generalidade não gostam de ter uma atitude policial face aos seus clientes é bem verdade, como exemplifica a reacção que tiveram à nova lei.

    Mas de facto as consequências para os proprietários são incomparavelmente maiores se se tratarem de substâncias ilegais.

    Por seu turno, os consumidores que não pretendem consumir exclusivamente álcool e as restantes bebidas à disposição em espaços de lazer tendem a sentir um pressão dupla (das autoridades e dos proprietários), o que aumenta com o endurecimento da responsabilização dos proprietários pelos clientes. Mas vejamos a potencial interferência que pode ter a intenção de evitar riscos legais, ao nível dos riscos para saúde.

    Se no caso do fumo apenas num grande recinto pode eventualmente escapar a um olho/nariz mais atento, no caso de outros tipos de consumos é muito mais difícil de mesmo um proprietário atento deixar escapar, até porque o consumidor sabe que não deve ser visto.
    Estas situações muitas vezes inibem a possibilidade do consumidor reduzir os seus riscos, ou mesmo de incorrer em maiores riscos de saúde para evitar sociais e legais. Nomeadamente o consumo cada vez maior de álcool e de sintéticos de administração oral e/ou respiratória (cocaína, anfetaminas, alucinogéneos etc) ou de maiores quantidades de cada vez.
    Mesmo a cannabis pode eventualmente ser tomada por via oral apenas por "dar menos estrilho". Em todo o caso, estas são "más opções" (ou opções mais difíceis de gerir) no sentido que são consumos com efeitos mais duradouros e/ou intensos do que os que iriam ser feitos "não fosse o estrilho".
    Apesar deste ser um exemplo extremo, dada a importância para as pessoas em evitar riscos recorrentes da lei, é bem possível que esses factores pesem na tomada de decisões pouco acertadas ou de maior risco, quando os utentes dos espaços pretendem consumir discretamente.
    Se tivermos em conta que também a forma como se consome, independentemente do que se consome, poder variar, constatamos que a falta de cuidado inerente à pressa e ao medo pode aumentar grandemente os riscos, incluindo para a população em geral pois aumenta a probabilidade de partilha do tubo e outras graves negligências (para evitar riscos legais mas com riscos para a saúde).

    De resto, excelente dica de redução de riscos.
    De facto o elevado calor da combustão é um dos maiores potenciadores de problemas pulmunares. Uma estratégia útil também para o tabaco, por isso ainda estamos on topic Wink
    avatar
    rong

    Número de Mensagens : 11
    Data de inscrição : 31/05/2011

    permitido fumar Empty Re: permitido fumar

    Mensagem por rong em Seg Jun 13, 2011 3:58 am

    Microsoft Office 2010 Professional r how about a topic for links to videos and MP3's?

    Conteúdo patrocinado

    permitido fumar Empty Re: permitido fumar

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Fev 29, 2020 2:54 am